CURIOSIDADES

Seguro Profissional para síndicos

A vida de síndico não é das mais fáceis. As responsabilidades no exercício da profissão são imensas. Embora alguns moradores acreditem que é um cargo simples a verdade é outra: o cargo exige muito!

Pensando nesse excesso de responsabilidade e no encargo que isso pode trazer vem a necessidade de contratação de um seguro profissional. 

Ah mas Carolina,não é necessário, eu já sei gerir o condomínio seria dinheiro jogado no lixo! Quero aqui que você pense em um sentido global. O síndico pode ser responsabilizado judicialmente não só por descumprir obrigações funcionais, mas também por problemas na prestação de contas, acidentes com moradores e visitantes.

Eu de verdade espero que você nunca precise utilizar esse serviço, mas te peço para que fique aqui comigo mais um minuto que vou te explicar o que é o seguro e vou te dar alguns exemplos de como ele pode ser utilizado. 

O que é RC Síndico?

O seguro profissional é uma proteção para empreendedores e profissionais, como médicos advogados, administradores e outros, que cobre danos causados no exercício da profissão.

Você já deve ter ouvido falar em RC Síndico não é mesmo? Pois então, esse é o nome mais comum para o que chamamos de seguro de responsabilidade civil profissional. Ele pode garantir o reembolso tanto aos cofres do condomínio, quanto ao próprio síndico!

Preciso ainda te falar que esse seguro pode ser contratado pelo condomínio – nesse caso haverá um cláusula específica de responsabilidade civil do síndico – e pode ser contratado pelo próprio síndico.

Se você que está lendo meu artigo agora é síndico e ainda não verificou se o condomínio em que você atua tem a cláusula de seguro profissional inserida na apólice, acho bom correr lá para ver.

O único seguro obrigatório para o condomínio é aquele que protege a edificação contra o risco de incêndio, que trata sobre a obrigatoriedade é o Código Civil. Dito isso não podemos confundir uma coisa com a outra.

Existem várias espécies de cobertura no mercado, sendo assim, na hora de escolher a sua é preciso que você observe atentamente às cláusulas. Isso porque o seguro não fará cobertura por interpretação extensiva, ou seja, ou o caso se amolda ao que foi contratado ou não haverá cobertura.Para não cair em ciladas é preciso ler atentamente toda a apólice de seguro e o manual do segurado também!

Ah Carolina, mas eu sigo sem achar que posso usar isso um dia, continuou pensando que não é um bom investimento.

Então eu vou te dar exemplos de casos em que esse seguro pode ser utilizado. 

A moradora da unidade X sai todos os dias para passear com seu cachorro. Infelizmente nesse dia uma lajota da área comum estava solta, a moradora tropeça, cai e fratura o fêmur. A existência do seguro com responsabilidade civil profissional cobrirá a indenização a moradora. Nesse caso nem o síndico nem o condomínio precisarão arcar com a indenização.

O Síndico manda ao condômino um comunicado alegando condutas antissociais, porém não as demonstra. O condômino requerer judicialmente indenização por danos morais. Nesse caso o seguro poderá pagar a indenização, caso esteja previsto na apólice danos morais contra terceiro por Conduta do Síndico.

Espero que esse conteúdo tenha te ajudado, qualquer dúvida é só comentar aqui abaixo que eu terei prazer em ajudar.

Até a próxima.

DEIXE UM COMENTÁRIO